This website uses cookies. By continuing to browse this website, you accept our use of cookies and our Cookie Policy. Close

Learn, connect, and collaborate at the Cyber Voice Zero Trust Summit. October 27th.

O Estado da Cibersegurança em 2017

O setor de segurança chegou a um ponto de virada. Nos últimos anos, investimentos  paralelos em segurança digital se deparou com muitas  violações de dados, lideradas por um crescimento notável de incidentes de segurança. Com a necessidade de proteger suas organizações e insatisfeitos com as ferramentas de segurança atuais, os profissionais de segurança admitiram sua fraqueza mais exposta: uma incapacidade em todo o setor para entender como os empregados interagem com dados críticos e propriedade intelectual.

No relatório O Estado da Cibersegurança em 2017, líderes da Forcepoint avaliam que o setor de segurança precisa de uma mudança de paradigma para análise do comportamento e da intenção do usuário. O relatório apresenta o Cyber Continuum da Intenção, que aborda a relação entre os empregados e suas atividades digitais, com percepções sobre as características e motivações que fazem um usuário normal e produtivo se tornar o centro de uma violação.

O relatório O Estado da Cibersegurança em 2017 inclui uma visão aprofundada de:

  • Como a obtenção de visibilidade e a capacidade para entender o contexto por trás das ações dos usuários podem evitar violações com danos (intencionais e involuntárias),
  • Agrupamento das pessoas internas em três tipos — acidentais, comprometidas e maliciosas,
  • Fatores que ajudam a fornecer a intenção por trás do comportamento, incluindo conscientização de segurança, atenção aos detalhes, satisfação no trabalho e mais.

Fazer download do Infográfico