Junho 12, 2023

ChatGPT sobre as novas ameaças cibernéticas originadas por IA

Parte dois de uma série em cinco partes escrita pelo ChatGPT
ChatGPT

Já sabemos que os hackers estão usando inteligência artificial. Muitas empresas estão proibindo o uso do ChatGPT (por agora). Nós acreditamos que a IA generativa pode desbloquear a eficiência e a criatividade de seus funcionários, superando as formas como as ferramentas como o computador pessoal, a Internet e os dispositivos móveis já ampliam. A Forcepoint tem as ferramentas que capacitarão os seus funcionários a aproveitar o poder de ferramentas como o ChatGPT, mantendo os dados críticos de sua organização seguros e protegidos. 

 

Nesta série de cinco partes com o ChatGPT, perguntamos ao ChatGPT sobre IA generativa e seu impacto potencial na segurança cibernética. Este segundo post da série do ChatGPT analisa novas ameaças decorrentes da IA. 

De forma geral, quais são as novas ameaças enfrentadas pelas empresas como resultado do uso de ferramentas de IA generativa em todo o cenário de negócios?

À medida que as ferramentas de IA generativa se tornam mais predominantes no cenário de negócios, elas geram novas ameaças e desafios para as empresas. Algumas dessas ameaças incluem:

  • Deepfakes e mídias sintéticas: O uso de IA generativa para criar conteúdo de mídia realista, mas falso, pode levar a danos à reputação, fraudes e desinformação. As empresas precisam estar atentas, para detectar e responder a esse conteúdo, a fim de proteger sua marca e seus clientes.
  • Ataques avançados de phishing e engenharia social: Os modelos de IA generativa podem criar e-mails de phishing altamente convincentes, mensagens ou até mesmo vozes sintéticas, tornando mais difícil diferenciar comunicação legítima de ataques mal-intencionados. Isso pode levar a um risco maior de violação de dados, acesso não autorizado ou perdas financeiras.
  • Furto de propriedade intelectual: As ferramentas de IA generativa podem potencialmente ser usadas para fazer engenharia reversa de algoritmos, designs ou padrões proprietários, levando ao roubo de propriedade intelectual ou vantagem competitiva.
  • Desinformação gerada por IA: O uso de conteúdo gerado por IA para espalhar informações falsas ou manipular a opinião pública pode prejudicar a reputação de uma empresa, a confiança do cliente ou até mesmo o valor de mercado.
  • Erosão da confiança no conteúdo digital: O uso amplo de ferramentas de IA generativa pode levar a uma erosão geral da confiança no conteúdo digital, pois fica mais difícil diferenciar o que é genuíno e o que é falso. Isso pode ter implicações abrangentes para comunicação, publicidade e consumo de conteúdo on-line.
  • Ataques cibernéticos realizados por IA: A IA generativa pode ser usada para automatizar e otimizar ataques cibernéticos, tornando-os mais direcionados, eficientes e difíceis de detectar. Isso pode aumentar a frequência e a gravidade dos ataques, colocando mais pressão nas equipes de segurança corporativa.
  • Preconceitos não intencionais e preocupações éticas: O uso de ferramentas de IA generativa em vários processos de negócios pode levar à introdução não intencional de preconceitos ou questões éticas, como discriminação ou violações de privacidade, que podem resultar em danos legais ou de reputação.
  • Desafios de conformidade e regulatórios: O uso crescente de ferramentas de IA generativa pode criar novos desafios regulatórios e de conformidade, pois as leis e os regulamentos têm dificuldade para acompanhar a evolução rápida da tecnologia.

Para mitigar essas ameaças, as empresas precisam desenvolver estratégias de segurança robustas que incorporem IA e aprendizado de máquina, investir em treinamento e conscientização de funcionários, e colaborar com todo o setor e as agências governamentais para desenvolver padrões e práticas recomendadas para o uso responsável de IA generativa.
 

ChatGPT

A equipe da OpenAI treinou um modelo chamado ChatGPT que interage de forma conversacional. O formato de diálogo permite que o ChatGPT responda a perguntas de acompanhamento, admita seus erros, desafie erros...

Leia mais artigos do ChatGPT

Sobre a Forcepoint

A Forcepoint é líder em cibersegurança para proteção de usuários e dados, com a missão de proteger as organizações ao impulsionar o crescimento e a transformação digital. Nossas soluções adaptam-se em tempo real à forma como as pessoas interagem com dados, fornecendo acesso seguro e habilitando os funcionários a criar valor.